Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de setembro de 2010

AGUARDO RETORNO

TEM UM CARA QUE É UM PERIGO PARA A MINHA CABEÇA. SIM, ELE ME REMETE AO QUE EU FUI, ANTES DE TER QUE LEVAR DINHEIRO PARA CASA. ELE ME FAZ PENSAR SE EU DEVERIA DEIXAR DE SER UM MEIO DA INFORMAÇÃO APENAS OU UM ESPELHO DO LADO ROSA DAS COISAS. VOU LOGO AVISANDO, MINHA LÍNGUA É AFIADA E, AO LANÇAR VENENO, NÃO VÊ A QUEM. TENHO MEDO DELA, POR ISSO A DEIXO GUARDADA. E SE EU A TROUXESSE PARA O TERRITÓRIO DAS PALAVRAS E PARA OS JORNAIS DIÁRIOS? SE ME DESSE O DIREITO? E SE, AO ATRAVESSAR MADRUGADAS BUSCANDO ÂNGULOS E FRASES, ME PERMITISSE TAMBÉM BUSCAR AS CRÍTICAS DOÍDAS? E SE EU FIZESSE AINDA MAIS DO QUE FAÇO? NA CERTA, SERIA MAIS FIEL AO QUE EU SINTO. E JORNALISTA SE PERMITE SENTIR E ESCARRAR O QUE SENTE, MESMO QUE ISSO SEJA CRUEL? EU COSTUMAVA ME PERMITIR. ERA MAIS FIEL E TINHA TAMBÉM MAIS INIMIGOS. SOU FIEL NO LADO ROSA DAS LETRAS, MAS OCULTO O QUE ME INCOMODA NA MAIORIA DAS LINHAS. POR QUE? FUI E SOU CRIADA COM BASE NUMA ÓTICA MENOS FILOSÓFICA E MAIS MERCADOLÓGICA. TRAZER DINHEIRO PARA CASA ME LIMITA. MANTER EMPREGOS ME LIMITA. POR ISSO, NÃO RARO PROCURO ESCAPES. PORÉM, SE AO INVÉS DE INVENTAR ESCAPES, EU TECESSE MINHA IRA NOS MEIOS TRADICIONAIS? QUANTOS DIAS EU DURARIA, QUANTOS DIAS DURARIAM OS JORNAIS? NINGUÉM ENTENDE OS IMPASSES EM QUE ESTÃO INSERIDOS OS JORNALISTAS, ATÉ QUE SE TORNE UM DELES. NOSSOS ACESSOS TEMPESTUOSOS NA FACULDADE, VINHAM DE UMA CAVERNA DE SOMBRAS. FALÁVAMOS MAL, MAS NÃO TÍNHAMOS BOTADO NOSSOS PÉS DE ALL STAR SUJO EM UMA REDAÇÃO. ENCHÍAMOS A BOCA PARA FALAR E COMO FALÁVAMOS. ATÉ QUE CHEGOU O DIA DE NÃO SERMOS MAIS SUSTENTADOS PELOS PAIS. SE CADA VEZ QUE OUÇO UMA BARBARIDADE, OU MELHOR, ALGO QUE NÃO CONDIZ COM OS MEUS CONCEITOS OU OPINIÕES, EU VOMITASSE MINHA INDIGNAÇÃO NAS FOLHAS DE JORNAIS? QUE TAL? ENCONTRARIA TERRENO, PODE TER CERTEZA. E SE EU DEIXASSE DE LADO MEU ASCENDENTE EM GÊMEOS, ESQUECESSE A SUPERFICIALIDADE MOMENTÂNEA QUE ME IMPONHO E ESCULHAMBASSE EM PESQUISAS (IN)DIGNAS DE FILÓSOFOS, HISTORIADORES OU LETRADOS? PASSARIA O RESTO DA VIDA PARA ESCREVER UM TEXTO. HÁ ALGUM JORNAL DISPOSTO A ME ESPERAR? A ME AGÜENTAR? AGUARDO RETORNO.

Um comentário:

...AGULHAS NOS OLHOS! disse...

Se vai tentar, vai fundo.
Senão nem vale a pena começar.
Você pode perder esposa, namorada, parente, emprego.
E talvez a cabeça.
Pode ficar sem comer por 3 ou 4 dias.
Pode congelar num banco de praça.
Pode ir pra cadeia.
Pode virar chacota.
Pode virar escárnio, isolamento.
Isolamento é a dádiva.
Todo o resto é um teste de resistência
do quanto você realmente quer fazer.
E você vai fundo, apesar de todas as formas de rejeição.
E vai ser melhor que qualquer coisa que possa imaginar.
Se vai tentar, vai fundo.
Não há sentimento que se compare.
Você estará sozinho com os Deuses.
E as noites terão o brilho do fogo.
Vai cavalgar a vida com um sorriso impecável.
É a única luta que vale a pena

Henry Charles Bukowski

->ele não conseguiu ser jornalista, que pena!