Pesquisar este blog

sábado, 4 de dezembro de 2010

dança do universo

abri a porta da rua. me deparei com a chuva molhando o jardim tão verde na luz da manhãquasetarde. na grama, novos habitantes me saudavam. tenros cogumelos brancos & lilases nasceram na madrugada chuvosa. na caixa do correio, a minha surpresa: o jornal úmido me esperava, contando as minhas & as nossas histórias. na noite anterior, eu era só cansaço. pensava na morte como solução para o marasmo e para a maldade, transvestida de boa moça. então pensei que se eu tirasse a minha vida naquela madrugada, mataria todas as outras madrugadas que poderiam chegar, tão melhores do que aquela. preferi o sono, essa quasemorte de todos os dias. eu, que não olho para as paredes do mundo; eu, que penetro sempre e toda na essência; eu, que me despedi das aparências há tantos anos, continuo viva. tola, me contento com o alvoroçar de pelos do meu cachorro no jardim de manhã cinzenta. sempre fui assim, amada. e sempre amei. a natureza é meu refúgio, é a obra mais perfeita que meus olhos captaram nas galerias do mundo. ontem conheci a dança do universo. eu era apenas uma noite vazia, mas a conheci. e ela pegou na minha mão e me rodopiou em um tango de piazzola. ontem eu beijei fundo o universo e sequer saí de casa.

2 comentários:

Renata Oliveira :D disse...

Fabitaaaaaaa, adoro seu blog, o jeito como você expõe a sua excitação/agonia. Sigo e me surpreendo com seus textos, queria muito trocar algumas palavras contigo, se der comunique-me ( ree_oliveirarock@hotmail.com ) , gostaria muito de expor algumas ideias. Parabéns.

Renata

Anna K. disse...

Oi Fabita

Gosto sim de Clarice. Mas você também tem um pouco ou muito de alma de Clarice! Criei este blog e não tive tempo de alimentá-lo! Admiro muito sua produção, suas reflexões! Gostaria de ter mais tempo para sentar aqui e refletir sobre tudo... O problema é que mergulho e me envolvo demais com as coisas e tem sido assim com o trabalho! Obrigada pela mensagem! Imagino que você seja uma daquelas "loucas" (no melhor dos sentidos) que se alimenta mesmo das palavras, leitura e de suas próprias reflexões. Adoro seu blog! Seu dinamismo e Sua paixão! Abraço escorpiana!!!