Pesquisar este blog

sábado, 20 de junho de 2009

fui e sou usada. fui e estou triste – termo básico do desassossego humano, do vazio, da dor, da carência intermitente. marginalidade imposta, empurrada garganta a baixo. estou na reserva, aguardando algum chamado divino. estou semi-ébria de vinho tinto seco, sem poder organizar nenhuma das idéias absurdas que transitam fúnebres nesse metrô medieval da minha consciência. incoerente. é. o sobrado alternativo me espera. pessoas & risos & noites & dias a fio. sem rumo outra vez, começando outra vez, transitando outra vez entre os meus anjos & demônios, entre os meus purgatórios mais profanos. admita agora os seus pecados & chore & corra noite a fora para ver se sua pobreza cessa, se sua fala cala, se sua rima rima. não amo ninguém, minto, invento, copio, falaceio, crio e tendo ao ócio. humano, demasiadamente humano. escorra, humanidade, escorra.

2 comentários:

deo, a terrível. disse...

Bom isso, hein.
Ácido e muito bom.

;)

Ju disse...

Flor...
"Isso passa".
Mas vc tem que querer ;-)