Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de março de 2009

"She’s lost control"


Putaqueopariu. Perdi meus óculos. De novo. Os perco toda semana. Sou uma criança grande. Desfocada e embaçada, como um carro sem parabrisas em dia de chuva. Meu cigarro acabou. Fumo charutos indígenas argentinos que custaram-me 5 pesos. Uma porcaria. Dão-me dor de cabeça. E ela fica pesada como uma bigorna que nunca vi. Deve ter “algo a mais” entre as substâncias. Apesar do desespero, já rio a toa e meus faróis estão baixos. Malditos costumes indígenas milenares. Estou na água, o café já deixou-me a ponto de cometer um delito. Tenho mil coisas para fazer, nenhuma que não esteja sem um bloqueio aterrador. Rendo-me então ao ócio. Decadência. Caos. Desordem. Má, má fase. Joy Division não ajuda, nem nenhuma das bandas pós-punk que insisto em ouvir nos últimos anos. Intercalo minutos de paz com paranóia. Herança dos tempos desregrados. E também não há poema ou prosa, hai-kais ou concretismos poéticos que amenizem. “She’s lost control, again... She’s lost control. She’s lost control, again”.

2 comentários:

fabita . disse...

nada ajuda.

On The Rocks disse...

gosto de passar sempre por aqui...

joy division é uma das minhas favoritas.

até mais.